Sementes de cominho são mais que um condimento, descubra o porquê

As sementes de cominho vem de uma planta herbácea de pequeno porte popular no norte da África, Oriente médio, oeste da China, Índia, Cuba e norte do México.

Nativa da região do leste asiático, ela é atualmente cultivada em todo o mundo por sua propriedade aromática.

A planta do cominho floresce bem em solo arenoso, fértil e em clima quente.

Ela apresenta sementes pequenas de coloração entre o cinza e amarelo, alongadas com sulcos verticais na superfície externa. Assemelham-se as sementes de alcarávia.

Seu sabor particular é devido ao grupo de compostos presentes no seu óleo essencial.

O Cominho preto é popularmente conhecido como shahi jeera na Pérsia. Suas sementes são longas, finas, curvadas e de coloração marrom escura.

sementes de cominho

Conheça os benefícios das sementes de cominho

Atividade antioxidante

As sementes de cominho são uma fonte rica de compostos flavonoides, como carotenos, zeaxantina e luteína.

Elas possuem  cuminaldeído (4-isopropil-benzaldeído), pirazina, 2-metoxi-3-sec-butilpirazina, 2- etoxi- 3-isopropil pirazina e 2-metoxi-3-metil pirazina, que estão presentes no seu óleo essencial.

Sistema digestivo

  • As sementes de cominho são excelentes fontes de fibra dietética.
  • Elas possuem propriedades antiflatulentas.
  • Os princípios ativos das sementes de cominho podem melhorar a motilidade intestinal e auxiliar o processo digestivo ao aumentar a secreção do suco gástrico intestinal.

Fonte de minerais

  • As sementes de cominho são excelentes fontes de minerais como ferro, cobre, cálcio, potássio, manganês, zinco e magnésio.
  • O cobre e o ferro são essenciais para a produção de células sanguíneas.
  • O ferro também é essencial para o metabolismo celular.
  • O zinco é um cofator de muitas enzimas, regulando o crescimento, o desenvolvimento, a formação de esperma, a digestão e a síntese de ácidos nucléicos.
  • O potássio é importante componente da célula e dos fluidos corporais, auxiliando no controle do ritmo cardíaco e pressão arterial.
  • O organismo utiliza o manganês como cofator da enzima Superóxido dismutase.

Fonte de Vitaminas

Contêm bons níveis de vitamina do complexo B, como tiamina, vitamina B6, niacina, riboflavina e outros antioxidantes como a vitamina E, vitamina A e vitamina C.

Tabela nutricional

Veja a tabela abaixo para análise detalhada de nutrientes:

Sementes de cominho 
Princípio Valor nutricional Recomendação diária
Energia 375 kcal 19%
Carboidratos 44,24 g 34%
Proteína 17,8 g 32%
Gordura total 22,27g 74%
Colesterol 0 mg 0%
Fibra dietética 10,5 g 26%
Vitaminas
Folatos 10 µg 2,5%
Niacina 4,58 mg 28,5%
Piridoxina 0,435 mg 33%
Riboflavina 0,32 mg 24,5%
Tiamina 0,628 mg 52%
Vitamina A 1270 UI 42%
Vitamina C 7,7 mg 13%
Vitamina E 3,3 mg 22%
Vitamina K 5,4 µg 4,5%
Eletrólitos
Sódio 1788 mg 38%
Potássio 68 mg 11%
Minerais
Cálcio 931 mg 93%
Cobre 0,867 mg 96%
Ferro 66,36 mg 829%
Magnésio 366 mg 91%
Manganês 3,3 mg 145%
Fósforo 499 mg 71%
Zinco 4,8 mg 43,5%
Fito-nutrientes
Caroteno-ß 762 µg
Cripto-xantina-ß 0 µg
Luteína-zeaxantina 448 µg

Fonte: base de dados do USDA National Nutrient

 Seleção e armazenamento

  • Prefira as sementes inteiras ao invés do pó da semente, já que o pó pode muitas vezes estar adulterado.
  • Armazene as sementes de cominho em local fresco, seco, escuro e em recipientes herméticos. Dessa maneira ele pode ser armazenado por vários meses.
  • A especiaria pode ser moída de forma manual sempre que necessário.
  • A semente em pó deve ser armazenada em recipientes herméticos e em refrigeração.
  • Use o pó de cominho o mais rápido possível para que não perca o seu sabor devido à evaporação das substancias voláteis.

Uso medicinal

Sistemas digestivo e respiratório

As sementes de cominho são utilizadas no tratamento da flatulência e indigestão.

Além disso, elas previnem os sintomas do resfriado.

 Uso Culinário

As sementes de cominho são amplamente utilizadas como condimento.

O Cominho preto, por exemplo, é um ingrediente muito popular na cozinha persa e indiana.

Geralmente são torradas levemente antes de serem adicionadas aos alimentos.

Para manter o seu sabor e aroma, as sementes de cominho são moídas imediatamente antes do preparo culinário.

Exemplos de uso:

  • É utilizado no preparo da culinária mediterrânea, asiática e chinesa. É adicionada como condimento em frango, peixes e carnes.
  • Alguns pratos vegetarianos indianos (jeera daal, aaloo-jeera), em frango e arroz (biryani, pulao) também possuem cominho como ingrediente.
  • O condimento também é muito apreciado no Oriente médio em carnes e arroz.
  • São utilizadas no preparo de sopas, molhos para churrascos, conservas e como um dos ingredientes do Curry.
  • Na Índia e no Paquistão as sementes de cominho são empregadas extensivamente pela indústria alimentar no preparo de condimentos doces, petiscos e bebidas (Jal-jeera, aam panna, etc.).

Segurança

As sementes de cominho devem ser usadas de maneira moderada.

O consumo em excesso das sementes de cominho podem causar irritação gastrointestinal, indigestão e úlceras estomacais.

Fontes

Cogumelo morel: veja os benefícios dessa delícia culinária para a saúde
Cogumelo porcini é saboroso, tem baixa caloria e gordura e muito mais
Noz-moscada: poderoso afrodisíaco, tempero e medicamento
Semente de feno-grego, saúde da prevenção do câncer à amamentação.
Sementes de coentro fazem sucesso na cozinha desde os tempos antigos

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.