Chá vermelho, sabor que acalma, previne contra o cancer e muito mais

O chá vermelho ou de rooibos é uma infusão obtida a partir das folhas desidratadas e do caule de um arbusto nativo das montanhas da província do Cabo Ocidental, na África do Sul.

Botanicamente, a planta é um arbusto leguminoso, de nome científico Aspalathus linearis.

Em 1772, o botânico Carl Thunberg relatou pela primeira vez o uso deste arbusto como bebida popular de dois grupos étnicos do sudoeste de África que partilham algumas características físicas e linguísticas, os Khoisan.

A planta de rooibos, ou arbusto vermelho, é forte, resistente à seca e com um único caule que se divide em vários ramos ou galhos finos, o que confere ao arbusto aspecto de vassoura.

Os seus ramos sustentam folhas verdes brilhantes em forma de agulha.

A planta de rooibos atinge uma altura de aproximadamente 150 a 180 cm e extensão de aproximadamente 90 a 150 cm.

A planta de rooibos vive em média seis anos.

Passados 18 meses após o seu plantio e quando os seus galhos, que são cortados uma vez por ano, atingem aproximadamente 50 cm de altura, as suas folhas podem ser colhidas.

chá vermelho

Benefícios do chá vermelho para a saúde

Composição química

  • O chá vermelho não contém calorias ou colesterol.
  • Esta infusão de cor vibrante contém muitos dos antioxidantes mais eficientes disponíveis na natureza.
  • Suas folhas em formato de agulha e caule castanho-claro contêm poderosos compostos biológicos denominados chalconas.
    Estes compostos são fenóis aromáticos que conferem cor e fragrância frutada ao chá vermelho.
  • O rooibos ou arbusto vermelho também contém traços de minerais como ferro, cálcio, potássio, manganês, cobre e zinco.

Propriedades medicinais do chá vermelho

  • As dihidrochalconas, assim como as chalconas têm atraído atenção por serem relatadas como detentoras de atividades biológicas.
  • Nas folhas de rooibos podem ser encontradas as seguintes dihidrochalconas: Aspalatina, uma dihidrochalcona glucosídica e a Notofagina, um derivado glicosídico da dihidrochalcona floretina.
    Estudos científicos demonstram que ambos os compostos exibem propriedades antibacterianas, antifúngicas, antitumorais e antiinflamatórias.
  • A planta de rooibos também contêm outros compostos fenólicos importantes, como as flavonas (orientin, isoorientina, vitexina, isovitexina, luteolina, crisoeriol), flavanonas (dihidrocorianteina e dihidroisoorientina) e flavonóis (quercetina, hiperosídeo, isoquercitrina, rutina) (BEER et al., 2002).
    Estes compostos fenólicos auxiliam no controle da diabetes, na redução do colesterol LDL e do estresse oxidativo, e ainda, na regulação da pressão arterial.
  • O chá vermelho também é conhecido por reduzir o ressecamento, a pigmentação e por sua ação calmante e anti-envelhecimento da pele.
    Tradicionalmente, o seu extrato é utilizado como tintura para os cabelos.
  • O chá vermelho não contém cafeína. Possui efeito calmante sobre o sistema nervoso, reduzindo o ritmo cardíaco e melhorando a digestão.

Tabela Nutricional

Veja a tabela abaixo para análise detalhada de nutrientes:

 

Chá Rooibos
Valor nutricional por 100 g

Princípio Valor nutricional Porcentagem de RDA
Energia 1 kcal 0%
Carboidratos 0,20 g <1%
Proteína 0 g 0%
Gordura total 0 g 0%
Colesterol 0 mg 0%
Fibra dietética 0 g 0%
Vitaminas
Folatos 1 µg 0,25%
Niacina 0 mg 0%
Piridoxina 0 mg 0%
Riboflavina 0,004 mg <1%
Tiamina 0,010 mg <1%
Vitamina A 0 UI 0%
Vitamina C 0 mg 0%
Eletrólitos
Sódio 1 mg <1%
Potássio 9 mg <1%
Minerais
Cálcio 2 mg 0,2%
Ferro 0,08 mg 1%
Magnésio 1 mg <1%
Zinco 0,04 mg 1 <1%
Fito-nutrientes
Caffiene 0 mg

Fonte: base de dados do USDA National Nutrient

Processamento do Chá Vermelho

Após a colheita, as folhas e caules da planta rooibos são submetidas a um processo de tratamento para a obtenção de um produto final adequado para infusão.

Fermentação

Este processo segue as mesmas etapas realizadas no método tradicional.

As folhas e hastes são borrifadas com água e submetidas à maceração.

As folhas úmidas passam então, por um processo de fermentação durante 12 horas.

Durante a fermentação, ocorre um processo de oxidação enzimática na qual as folhas verdes adquirem coloração vermelho âmbar ou fucsia.

Posteriormente, as folhas de rooibos são expostas ao sol para desidratarem.

Folhas de rooibos não fermentadas ou verdes

As folhas retiradas do arbusto são desidratadas imediatamente ao sol, sem passarem pela etapa de fermentação, como na preparação de chás verdes.

A infusão das folhas verdes de rooibos apresenta coloração mais clara quando comparada à infusão tradicional, mas possui conteúdo mais alto de antioxidantes fenólicos.

Colheita e Armazenamento

Como muitas outras variedades de ervas desidratadas, as folhas desidratadas de rooibos são consideradas para a grande maioria das pessoas, um produto exótico.

Escolha entre lojas especializadas em produtos fitoterápicos pela garantia de autenticidade e qualidade.

O chá vermelho obtido a partir do processo de fermentação, assim como os chás de rooibos obtidos a partir das folhas que não passaram pelo processo de fermentação, podem ser adquiridos nos supermercados em recipientes ou embalagens herméticas.

Selecione produtos orgânicos devido a sua qualidade superior e para evitar o consumo indireto de metais pesados ou pesticidas.

Conserve as folhas do chá vermelho em caixas ou recipientes fechados, longe da luz solar direta e da umidade.

Utilize suas ervas do chá vermelho o mais rapidamente possível, para evitar que percam o seu sabor.

Preparo do Chá Vermelho

Tradicionalmente, as folhas de rooibos são adicionadas à água e fervidas diretamente na chaleira por 10 a 15 minutos.

Alternativamente, despeje aproximadamente 150 ml de água fervente sobre as folhas desidratadas (uma colher de sopa) e deixe descansar por 7-10 minutos, coando em seguida.

Adicione um pouco de mel ou açúcar a gosto.

O chá vermelho tem aroma frutado e é atraente para todos os gostos, pois contém baixo conteúdo de taninos e, portanto, sabor menos adstringente.

Exemplos de uso:

  • Deve-se consumir entre 5 a 6 xícaras de chá vermelho diariamente para obtenção dos seus benefícios duradouros à saúde.
  • Pode ser consumido com leite, como na bebida ”Rooibos latte”.
  • A infusão de chá vermelho também pode ser utilizada em smoothies, sopas e em marinadas, como aromatizante e corante.

Aviso de Segurança

São desconhecidos os casos de intoxicação decorrentes do consumo do chá vermelho.

Este chá pode ser usado com segurança por crianças e gestantes.

Fonte

South African Journal of Botany-E.Joubert D.de Beer.  (em inglês).

40 alimentos que curam – plantas medicinais | Forma Saudável
Descubra porque o chá de erva-cidreira é uma infusão poderosa
Cogumelo Enokitake pode ser um bom aliado contra o câncer
Pimenta Jalapeno, picância que faz bem pra saúde
Semente de feno-grego, saúde da prevenção do câncer à amamentação.
Sementes de erva-doce: descubra porque é uma das 9 ervas sagradas

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.