Meditação faz bem para o corpo e para a alma, por isso é ótima a veganos

Meditação faz bem para o corpo e para a alma, é um gesto simples de esvaziar a mente.

Isso nos prepara para melhor esclarecer nossos pensamentos e nos conhecermos melhor.

Sabendo quem e como somos, nos tornamos capazes de saber o que fazer e como fazer para sermos mais conscientes de nossas ações e mais felizes com os resultados.

Assim como no veganismo, a meditação exige determinação e disciplina.

É uma atitude de vida que vai muito além da reflexão.

Meditar é saber manter a mente vazia, em silêncio, em busca da sabedoria interior.

Qualquer pessoa pode meditar em qualquer lugar. Ficar em silêncio nos desperta a alma e conecta ao Universo.

Meditação traz equilíbrio

Quando aprendermos a esvaziar a mente, deixamos de lado as preocupações do dia a dia e evitamos nos tornarmos ansiosos.

Focar a mente, viver o aqui e o agora é se conectar com o campo de pura energia, consciência e inteligência. É o nirvana.

Essa conquista pode demorar anos e levar segundos, mas quando se adquire com prática, pode se alcançar com mais facilidade e durar mais tempo.

Encontrar a essência da vida, estar centrado no que somos e na nossa missão nos torna mais completos.

Meditação e o veganismo

Uma vida que valoriza outras vidas, sem explorar animais, respeitando a natureza tem parte do caminho já percorrido que facilita a prática da meditação.

Prestar atenção é a chave, não lutar contra pensamentos, mas deixa-los fluir naturalmente, sentindo seu corpo e sua relação com o Universo.

Assim como a meditação, o veganismo é uma resposta a um chamado interno de melhorar a si mesmo.

Ser vegano não é ser especial ou melhor que ninguém, mas, é buscar pequenas revoluções no respeito ao próximo, reconhecendo os animais como seres de direito.

 

Meditar ajuda a ter força para combater a pressão da sociedade e seguir com os próprios princípios de empatia e respeito.

Primeiros passos

Meditar, assim como se tornar vegano é um processo que acaba se tornando um hábito prazeroso.

Ninguém consegue se tornar vegano da noite para o dia.

Da mesma forma, é impossível saber meditar na primeira tentativa.

Pequenas mudanças de hábito, começando pela meditação nos ajudam a aderir ao veganismo.

Já na meditação, a força de vontade e a rotina serão os carros-guia desse desafio.

Um passo de cada vez, dia após dia, aprendendo com os erros é que nos permite ter sucesso.

Veganismo e meditação são complementares e funcionam muito bem juntos.

Experimente e descubra.

Yoga e veganismo – uma combinação que dá muito certo

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.