Arônia – uma frutinha especial para pessoas fitness

Arônia (chokeberry em inglês) é a frutinha de um arbusto nativa da América do Norte rica em nutrientes.

Essa frutinha selvagem contém fitonutrientes essenciais, vitaminas e antioxidantes.

Por esse alto valor nutricional, a arônia tem ganhado cada vez mais a atenção no mundo Fitness.

Os dois tipos mais cultivados de arônia são a preta e a vermelha.

Arônia Preta

Arônia

Arbusto norte americano que chega a 2m de altura e seus frutos medem cerca de 1cm de diâmetro.

As frutas nascem em cachos e têm a casca relativamente espessa e pigmentada. Por isso também são usadas para tinturas.

Seu sabor é ligeiramente amargo.

Arônia Vermelha

aronia-vermelha

Bastante semelhante à arônia preta, a espécie vermelha se diferencia (além da cor) pelo o sabor, que é mais doce.

 

Benefícios da Arônia para a saúde

A arônia é uma das fontes mais ricas de antioxidantes de antocianinas flavonóides entre as bagas de arbustos.

Toda a planta tem alto valor nutricional: enquanto as bagas contêm altos níveis de minerais e vitaminas, a casca é uma ótima fonte de fibra.

Para completar, a arônia tem baixa caloria e gordura.

Cada 100g de arônia tem 50 KCal.

Poderosa antioxidante

A capacidade de absorção de radicais de oxigênio ou ORAC (medida da força antioxidante dos alimentos) demonstra choque com um dos maiores valores registrados entre as bagas – 16,062 micromoles de Equivalentes Trolox (TE) por 100g.

A arônia é rica em antioxidantes de flavonóides, como carotenos, luteína e zeaxantinas.

Zea-xanthin tem efeitos fotofilatórios sobre os raios UV e, portanto, protege os olhos da doença macular relacionada à idade em idosos (ARMD).

A arônia preta tem altas quantidades de fitoquímicos de flavonóides fenólicos conhecidos como antocianinas.

O teor total de antocianinas na fruta é de 1480mg por 100g de bagas frescas e a concentração de proantocianidina é de 664mg por 100g.

As análises laboratoriais de antocianinas em arônia identificaram os seguintes produtos químicos individuais: cianidina-3-galactósido, quercetina, peonidina, delfinidina, petunidina, epicatequina, ácido cafeico, pelargonidina e malvidina. Estes antioxidantes poli-fenólicos flavonóticos têm benefícios de saúde comprovados através da eliminação de radicais perigosos livres de oxigênio do corpo.

Para completar, as arônias são boas fontes de vitaminas antioxidantes, como vitamina C, vitamina A, vitamina E, beta-caroteno e folato e minerais como potássio, ferro e manganês.

100 g de bagas frescas fornecem cerca de 35% dos níveis diários recomendados de vitamina C.

Mais benefícios para a saúde

Estudos científicos comprovaram que o consumo regular de arônia traz potenciais benefícios para a saúde, prevenindo contra o câncer, envelhecimento e doenças neurológicas. Além de combater inflamação, diabetes e infecções bacterianas.

Combate ao câncer

A pesquisa do câncer sobre antocianinas em preparações de arônia preto foi usada pela primeira vez para inibir o câncer induzido quimicamente no esôfago do rato e foi encontrado para reduzir a gravidade da doença em 30-60% e a do câncer de colon em até 80%.

A atividade de supressão tumoral funciona em um nível diferente de atividade tumoral; nas fases de iniciação e promoção / progressão do desenvolvimento do tumor.

Eles podem ser uma ferramenta de pesquisa prática e possuir um recurso terapêutico promissor, pois contêm a maior quantidade de antocianinas entre os frutos nativos da América do Norte.

Como escolher e armazenar

A melhor forma de consumir é encontrar a frutinha no seu habitat natural e consumir diretamente. Mas, ela não é fácil de encontrar aqui no Brasil.

Então, para comprar em lojas escolha bagas que sejam gordurosas, frescas, uniformes e brilhantes.

Para armazenar, remova todas as bagas molhadas e manchadas, pois elas podem acabar por estragar outras frutinhas que estejam melhores.

A arônia pode ser guardada na geladeira por cerca de uma semana.

Dicas para consumir arônia

Para consumir, lave a fruta em água fria antes de usar para trazer de volta a textura original.

A limpeza pode ser feita usando uma tigela com água fria, mergulhando as frutinhas por alguns minutos.

Após deixar nesse breve molho, esfregue suavemente com um pano macio, tomando cuidado para não feri-los.

Este método também os traz de volta à temperatura ambiente e melhora o seu sabor.

Além de consumir in natura, você também pode adicionar em preparações como sorvetes, dar um toque especial em saladas de frutas, bolos, tortas e sucos.

Cuidados com a saúde

Arônia contém ácido oxálico, uma substância de ocorrência natural encontrada em algumas frutas e vegetais, que pode cristalizar como pedras de oxalato no trato urinário em algumas pessoas.

Portanto, pessoas que tenham um histórico conhecido de pedras do oxalato do trato urinário devem evitar comer em excesso essas frutinhas.

Recomenda-se uma ingestão adequada de água para manter a produção normal de urina.

O ácido oxálico também interfere com a absorção de minerais como cálcio e magnésio.

 

Semente de alcaravia, a tradição da cozinha européia que arrasa na saúde
Melão Cantalupo: conheça 7 benefícios dessa fruta para a Saúde.
Alecrim é uma erva multifacetada reconhecida por sua notável atuação na nossa saúde
Coentro, além de um tempero que não pode faltar na cozinha, faz bem para a saúde
Raiz de bardana – traga o conhecimento milenar da culinária japonesa para sua casa.
Semente de girassol é muito mais que uma base de óleo vegetal, você sabia?

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.