Amora


amora-beneficios
O fruto da amora atende pelo nome científico de Rubus fruticosus, sua história é bastante confusa e não chega a muitos esclarecimentos, principalmente quando se pensa na dificuldade em se produzir o fruto. Devido as exigências combinações climáticas colocadas para o seu desenvolvimento e possibilidade de frutificação, brotação e floração.

Nesses aspectos, especula-se que as primeiras amoreiras silvestres tenham surgido em algumas regiões da Europa, América do Norte e locais mais frios da América do Sul.

Espécies e estrutura da Amora

Existem muitas espécies e gêneros de amora espalhados em todo o mundo, mas a mais comum para o nosso país é a amora-vermelha, sendo uma planta nativa do Brasil.

Independente da espécie, a amora costuma apresentar uma coloração esbranquiçada ou avermelhada no período de desenvolvimento, até que atinge uma coloração muito roxa quando maduro. Possui sabor doce e suavemente ácido e textura enrugada e bem macia.

Composição da Amoeira

O que chamamos de fruto da amoreira na verdade se trata de uma composição agregada de vários frutos, sendo nomeados como mini-drupas ou drupetes, já que no interior de cada bolinha que compõe o que reconhecemos como fruto em verdade há uma pequena semente.

Sobre a amoreira, pode variar bastante de tamanho, mas costuma ser uma árvore bastante grande e imponente e que apresenta menor quantidade de folhas, sendo estas grandes e em muitos casos com uma textura fosca e que parece coberta por pequenos pelos.

Curiosidade sobre as amoras

Um fato curioso é que para que as amoreiras consigam reproduzir o fruto de amora, é preciso uma combinação entre um período de frio (abaixo dos 7ºC) nas estações frias, enquanto que nas estações quentes ela exige calor abundante, viabilizando o processo de brotação, floração e posterior produtividade. Tudo isso fez com que o fruto de amora só conseguisse se desenvolver em locais de estações bem definidas, como a região sul do Brasil.



8 Benefícios incríveis da Amora para a nossa saúde!

Ajuda no combate dos efeitos do envelhecimento e outras doenças

Estudos científicos mostram que o consumo de amora tem apresentado potenciais efeitos na saúde contra envelhecimento, câncer, doenças neurológicas, inflamações, diabetes e infecções bacterianas.

Rico em compostos Antioxidantes

Amora contêm poucas calorias, apenas 43kcal por 100g do fruto. O fruto ainda contêm fitonutrientes compostos, como polifenóis antioxidantes, pigmentos minerais e vitaminas que são essenciais para uma ótima saúde. As amoras têm valores significativamente elevados de fitoquímicos fenólicos e flavonóides chamados antocianinas.

Protege contra de um acidente vascular cerebral

A polpa da amora contém resveratrol, outro antioxidante flavonóide polifenol. O resveratrol protege contra o risco de acidente vascular cerebral, alterando os mecanismos moleculares nos vasos sanguíneos e reduzindo sua suscetibilidade a danos por diminuição da atividade da angiotensina – um hormônio sistêmico que causa constrição dos vasos sanguíneos, elevando a pressão arterial e o aumento da produção do hormônio vasodilatador, o óxido nítrico.

Fonte de Vitamina C

Além disso, a polpa da amora é uma excelente fonte de vitamina C com 36,4mg por 100g e cerca de 61% de RDI, um poderoso antioxidante natural. O consumo de alimentos ricos em vitamina C ajudam o corpo a desenvolver resistência contra agentes infecciosos e inflamações, além de varrer os radicais livres nocivos.

Fonte de Vitamina E

A amora também contém pequenas quantidades de vitamina A e vitamina E. O consumo fornece outro grupo de promotores de saúde dos flavonóides antioxidantes polifenólicos, como luteína, zeaxantina, betacaroteno e a caroteno em pequenas quantidades, mas notavelmente significativo.

Em conjunto, estes compostos eliminam os radicais livres e espécies reativas de oxigênio que atuam em processos de envelhecimento e de várias doenças. A zeaxantina, é um carotenóide importante na dieta seletiva, concentrado na mácula lútea da retina, onde proporciona funções antioxidantes e protege a retina dos raios ultravioletas nocivos.

Excelente fonte de Ferro

O fruto de amora é  uma excelente fonte de ferro, característica rara entre as bagas por conter 1,85mg por 100g – cerca de 23% de RDI. O ferro, componente da hemoglobina no interior das células vermelhas, determina a capacidade de transporte de oxigênio do sangue.

Fonte de Minerais benéficos

A amora também é boa fonte de minerais como potássio, manganês e magnésio. O potássio é um componente importante dos fluidos das células e do corpo, que ajuda a controlar a frequência cardíaca e da pressão sanguínea. O manganês é usado pelo corpo como um cofator para a enzima antioxidante superóxido dismutase.

Rico em vitamina K e Vitaminas do complexo B

A amora é rica em vitamina K e vitaminas do complexo B. Contém boas quantidades de vitamina B-6, niacina, riboflavina e ácido fólico. Essas vitaminas funcionam como cofatora e ajudam o corpo no metabolismo dos carboidratos.

 

Veja mais no vídeo sobre os Benefícios da Amora para Saúde!

Cúrcuma
4 de dezembro de 2016
10 ótimos motivos para emagrecer comendo goji berry
Tangerina
8 de agosto de 2016
Aipo
31 de dezembro de 2014
Alho
28 de novembro de 2014
Canela
7 de setembro de 2014

4 Comentários

  1. Tenho um pé em casa, a geléia é td de bom com iogurte, prá fazer molho de salada. A folha eu tomo 7 com 1 l. de água 3meses sim, e descanso de 1. No final de inverno armazeno congeladas em pqs porções para sucos, adicionados ao leite e derivados. O chá me deixa com muita disposição, mente limpa, e sono muito tranquilo. Homens tb podem podem consumir para dores de cabeça, diarréias,( vi relatos sobre isso)

    Reply

Deixe um comentário.