Pimenta Jamaicana é muito mais que uma especiaria culinária. Descubra porquê.

Pimenta da Jamaica é muito mais que um tempero

A Pimenta jamaicana é amplamente utilizada na cozinha mexicana e em outros países da América Latina pelo seu sabor e picância.

Mas, essa pimenta vai além, ela tem propriedades medicinais anti-inflamatórias, calmantes e anti-flatulentas.

pimenta da jamaica

Benefícios para a saúde da pimenta jamaicana

  • Princípios ativos medicinais
    A pimenta tem propriedades anti-inflamatórias, rubefacientes, carminativas e anti-gases.
    Também contém cariofileno, metil eugenol, glicosídeos, taninos, quercetina, resina e sesquiterpenos, compostos medicinalmente importantes.
    Eugenol tem propriedades anestésicas e anti-sépticas locais. É útil em procedimentos de tratamento dental e dentário.
  • Contém óleos essenciais
    A Pimenta da Jamaica contém óleos essenciais que são benéficos para a saúde, como eugenol, uma classe de compostos químicos fenilpropanóides, que dá fragrâncias aromáticas agradáveis.
  • Melhoria do trato gastrointestinal
    Os princípios ativos na pimenta da Jamaica podem aumentar a motilidade do trato gastrointestinal.
    Eles também ajudam na digestão ao facilitar a produção de secreções enzimáticas dentro do estômago e intestinos.
  • Propriedades anestésicas
    Eugenol tem propriedades anestésicas e anti-sépticas locais. Há estudos que mostram que a Pimenta Jamaicana tem a capacidade de combater algumas infecções.
  • Metabolismo
    O tempero possui uma boa quantidade de minerais como potássio, manganês, ferro , cobre, selênio e magnésio.
    Ou seja, ajuda a produção de glóbulos vermelhos na medula óssea, a regular a frequência cardíaca e a pressão sanguínea.
  • Antioxidante
    O manganês é utilizado no corpo humano como co-fator para a enzima antioxidante, a superóxido dismutase.
    Além disso, a pimenta carrega uma grande quantidade de vitaminas (A, B-6, C, riboflavina, niacina). Poderosos antioxidantes e anti-inflamatórios naturais.

Seleção e armazenamento

É possível encontrar a especiaria durante o ano todo em diversos supermercados e mercearias.

Ao comprar a pimenta in natura, prefira grãos inteiros em vez de moídos, pois, muitas vezes, pode conter pós condimentados adulterados.

A Pimenta Jamaicana pode ser armazenada à temperatura ambiente por meses e moídas sempre que  necessário.

Procure usar a pimenta pouco tempo após moer, pois ao manusear ela deve ser mantida em geladeira ou pote hermético para evitar a perda de sabor e a evaporação dos óleos essenciais.

Consumo

A melhor forma de manter a fragrância e o sabor da especiaria é moer apenas no momento de preparação dos pratos e adicionar apenas no estágio final de preparação. Veja alguns exemplos:

  • A Pimenta da Jamaica é um dos principais ingredientes do popular tempero jerk jamaicano, utilizado para temperar diferentes tipos de carnes, frango e peixe.
  • Alguns vegetarianos indianos fazem uso extensivo desse tempero, com destaque para variedades de curry.
  • A especiaria é bastante utilizada para sopas, molhos e mesmo em preparos de saladas.
  • Por último, a pimenta também é utilizada como ingrediente para preparar licores.

 

Atenção para alérgicos

A pimenta da Jamaica pode causar reações alérgicas graves em indivíduos hipersensíveis.

O consumo em excesso também pode ser perigoso. A pimenta pode causar irritação gastrointestinal, depressão do sistema nervoso central, convulsões no caso de doses tóxicas.

Além disso, receitas feitas com esta especiaria devem ser evitadas em indivíduos que sofrem de úlceras no estômago, colite ulcerativa e condições de diverticulite.

Veja a tabela abaixo para análise detalhada de nutrientes:

Perfil nutricional da pimenta da Jamaica – Valor nutricional por 100g.

Princípio Valor nutricional Porcentagem de RDA
Energia 263 cal 13%
Carboidratos 72,12 g 55%
Proteína 6,09 g 11%
Gordura total 8,69 g 29%
Colesterol 0 mg 0%
Fibra dietética 21,6 g 54%
Vitaminas    
Folatos 36 μg 9%
Niacina 2,860 mg 18%
Ácido pantotênico 0,210 mg 16%
Piridoxina 0,210 mg 16%
Riboflavina 0,063 mg 8,5%
Tiamina 0,101 mg 2,5%
Vitamina A 540 UI 18%
Vitamina C 39,2 mg 65%
Eletrólitos    
Sódio 77 mg 5%
Potássio 1044 mg 22%
Minerais    
Cálcio 661 mg 66%
Cobre 0,553 mg 61%
Ferro 7,06 mg 88%
Magnésio 135 mg 34%
Manganês 2,943 mg 128%
Fósforo 113 mg 16%
Zinco 1,01 mg 9%

Fonte: base de dados do USDA National Nutrient

 

Fontes:

  1. USDA Agricultural research service (em inglês).
  2. Gernot-Katzer’s spice pages (em inglês).
  3. USDA National Nutrient Database (em inglês).

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.