Raiz de Ginseng, sinônimo de força e bem-estar desde a Antiguidade

Popular na China como “ren shen”, ou raiz do homem, a raiz de ginseng é sinônimo de força e bem-estar desde a Antiguidade.

A planta de ginseng tem sido usada para estimular o metabolismo e tratar condições como estresse mental, fadiga, valores altos de glicemia, proporcionando saúde e longevidade.

Esta raiz medicinal pertence à família Araliaceaee ao gênero Panax.

As duas principais espécies de ginseng são:

o ginseng asiático (Panax ginseng C.A. Meyer) e

o ginseng americano (Panax quinquefoliumL.), considerados como os verdadeiros cultivares desse rizoma.

Todos os outros tipos, incluindo o ginseng siberiano (Eleutherococcus senticosus), são considerados como pseudo ginseng.

A ginseng é uma erva de floração perene, de clima temperado, nativa das florestas do nordeste da China e da Manchúria.

Tanto o ginseng asiático quanto o americano crescem melhor em solos de textura arenosa, bem drenados e com sobra.

raiz de ginseng

Benefícios da raiz de Gingseng para a Saúde

Composição química

  • Uma vez que a raiz de ginseng é consumida em pequenas quantidades, esta não contribui de maneira significativa com o valor energético diário ou com o aporte de gorduras dietéticas.
  • No entanto, contém várias substâncias neuroativas, antioxidantes, vitaminas e minerais.
  • A raiz de ginseng contém compostos como o poliacetileno e compostos fenólicos, como o maltol, ácido salicílico, ácido vanílico, ácidos genísticos, ácido p-cumárico, considerados os principais antioxidantes fenólicos do ginseng.
  • Os compostos ativos mais importantes presentes no ginseng são os glicosídeos triterpênicos, também chamados de saponinas ou ginsenosídeo, tais como o protopanaxadiol e o protopanaxatriol.

Propriedades medicinais

  • Todos os produtos oriundos da planta de ginseng, incluindo o seu rizoma, são valorizados na cultura chinesa, coreana e japonesa desde a antiguidade.
  • Muitos acreditam que consumir o extrato da raiz ou quaisquer produtos derivados do ginseng pode conferir vigor, resistência para enfrentar as dificuldades e boa saúde.
  • Os compostos bioativos no rizoma podem atuar como imunomoduladores e apresentarem atividades antitumorais, antioxidantes e hipoglicemiantes.

Uso Medicinal

A raiz de ginseng é empregada principalmente como adjuvante na medicina tradicional da China, do Japão e dos povos americanos nativos.

Os seguidores da medicina alternativa chinesa acreditam que o ginseng branco é leve, sendo adequado para qualquer biotipo corporal.

O Ginseng Vermelho, por outro lado, é aconselhado durante os meses mais frios.

Na medicina tradicional chinesa, a raiz de ginseng é considerada um estimulante sexual devido à ação dos compostos ginsenosídeos.

Os compostos ginsenosídeos aumentam a síntese e liberação de óxido nítrico (NO) nos vasos sanguíneos genitais, causando o relaxamento dos capilares sanguíneos e aumento dos níveis de GMP cíclico (monofosfato de guanosina) nos genitais.

Estudos científicos demonstram que os ginsenosídeos melhoram as funções metabólicas corporais, incluindo as funções hepáticas e digestivas.

Eles também possuem ações anti-inflamatórias, anticarcinogênicas e imunomoduladoras.

A raiz de ginseng é prescrita para tratar gripes e resfriados, estresse e como adjuvante no tratamento de alguns tipos de câncer e diabetes mellitus tipo 2.

Seleção e Armazenamento

Os rizomas de ginseng frescos podem ser encontrados nas proximidades dos locais de produção durante os períodos de colheita.

Por outro lado, o pó da raiz de ginseng pode ser encontrado embalado a vácuo durante todo o ano.

O ginseng branco é produzido pela desidratação da raiz ao sol.

O ginseng vermelho é cozido no vapor após a colheita e logo em seguida, exposto ao sol para desidratação.

Nos supermercados, farmácias e lojas especializadas em Medicina Tradicional Chinesa, é possível encontrar diferentes tipos de produtos de ginseng, como chá, mel, bebidas, doces, geléia, etc.

Leia a informação nutricional destes produtos; especialmente o conteúdo total de ginsenosídeos.

A raiz de ginseng desidratada pode ser armazenada por vários meses se mantida em local fresco, longe da luz solar direta e da umidade.

O pó da raiz de ginseng pode ser armazenado dentro da geladeira por alguns meses.

Métodos e Técnicas de Preparo

A raiz de ginseng processada raramente requer qualquer procedimento de limpeza adicional.

Corte um pequeno pedaço da raiz (não mais do que 3 g por vez), adicione-o a um copo com água quente por aproximadamente 2 minutos e beba a infusão.

Exemplos de uso:

  • A raiz de ginseng fresca é apreciada como chá refrescante quando adicionada a água quente, mel e ervas.
  • Na Coréia, a raiz de ginseng também é usada na famosa preparação samgye-tang.
    Geralmente é servida com kimchi, conserva de acelga coreano, e vinho de ginseng.
  • O extrato de raiz de ginseng é bastante utilizado na indústria alimentícia como ingrediente de bebidas, balas, gomas, petiscos picantes, doces, etc.

Fatos Sobre a raiz de ginseng

A raiz de ginseng e seus produtos atuam principalmente sobre as funções metabólicas corporais de digestão e circulação, assim como sobre o sistema nervoso central.

O ginseng deve ser visto como um tônico restaurador e não como um substituto de medicamentos regulares em caso de enfermidades específicas.

Os compostos químicos da raiz do ginseng têm semelhanças estruturais e funcionais com os esteróides naturais.

Eles afetam o funcionamento do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal e do sistema imunológico, o que poderia explicar muitas das suas principais ações.

Não há estudos científicos que comprovem sua eficácia como alimento afrodisíaco.

O rizoma contém vitaminas e minerais. No entanto, apenas em pequenas quantidades, que não são suficientes para suprirem as necessidades diárias de vitaminas e minerais.

Aviso de Segurança

A raiz de ginseng e os seus produtos, quando consumidos em proporções moderadas, e por um curto período de tempo, tem efeitos benéficos.

A toxicidade aos glicosídeos presentes nos produtos derivados de ginseng ocorre quando consumidos em grandes quantidades, e por períodos prolongados.

Alguns dos sintomas que são evidenciados quando há excesso no consumo são:

  • aumento da pressão arterial,
  • insônia,
  • ansiedade,
  • neuroses etc.

Potencia a toxicidade do fármaco anticoagulante Varfarina, o que resulta em episódios hemorrágicos graves.

A raiz de ginseng afeta os níveis de glicose sérica em pacientes em uso de drogas anti-hipoglicêmicas e insulina.

É aconselhável que as mulheres grávidas evitem o seu consumo.

Fontes

40 alimentos que curam – plantas medicinais | Forma Saudável
Chá vermelho, sabor que acalma, previne contra o cancer e muito mais
O chá da raiz de chicória traz mais benefícios à saúde do que o café
Chá de camomila, umas das mais fortes e tradicionais infusões medicinais
Descubra porque o chá de erva-cidreira é uma infusão poderosa
Trufa negra é a pedida perfeita para quem quer sabor e nutrição

Nenhum Comentário

Deixe um comentário.